sexta-feira, 25 de março de 2011

O mundo acaba em ..... 5 bilhões de anos ... nisso eu acredito !!!!!!

Semana passada, eu perguntei a um aluno meu, XXXX, qual era o seu maior medo. Ele olhou bem fundo nos meus lindos olhos azuis e disse, “olha, Dri, pra ser sincero, tenho medo do fim do mundo ... no ano que vem”. Ri, mas começamos a discutir essa louca paranoia de 2012. Conheço centenas de pessoas que realmente acreditam que é possível que o mundo acabe. Quando eu discordo, me perguntam se eu não vejo as notícias e as loucuras do clima e do planeta e das pessoas nos últimos anos. Pera aí...que notícias??? Que noticiário???? Aqueles sensacionalistas???? Não mesmo, não vejo. Prefiro ver notícias provenientes de pessoas sérias, canais sérios e, sempre, SEMPRE, o outro lado da história. Todos os casos, ou fatos, têm seu lado B. Aliás, todos nós temos um lado B. Acho que se eu não fosse professora de inglês e estudante de ciência, tecnologia e engenharia, seria, com certeza, uma cantora de Cabaret. Meio Pin Up, até (só não engulo, de maneira alguma, que a Sandy tenha um lado devassa ... não mesmo.... até a Luluzinha consegue ser mais devassa do que ela, rsrsrsrsrsrsrs).


Os que crêem nas profecias dos antigos Maias ou os fatalistas apocalípticos sempre olham o pior lado das coisas. Mas, o que diz a Nasa sobre isso??? E os mais sérios cientistas, inclusive Brasileiros???? Alguém foi atrás da explicação deles para o mito do planeta X (Nibiru) estar vindo pelo sistema solar e provocar as maiores catástrofes em 2012??? Não.... preguiça. O alarmismo é mais interessante. O factóide e sensacional atraem mais expectadores que não conseguem encontrar explicações simples e óbvias para todas as coisas e correm esbaforidos anunciando o dia do juízo final. Eles não entendem que o que aumentou não foram os extremos climáticos ou sísmicos, mas sim os celulares com câmeras fotográficas, as câmeras digitais a preço de banana e as câmeras de segurança espalhadas por todo o universo. Não posso nem coçar a bunda discretamente mais porque tem uns 27 técnicos de olho rsrsrsrsrs. Enfim, os desastres naturais estão apenas mais aparentes devido ao arsenal tecnológico que carregamos. Nos esquecemos da aspirina e da carteira de motorista .... mas não do celular com câmera com não sei quantos pixels. Até onde eu sei, terremotos de grandes proporções acontecem todos os anos, há milhares de anos...quiçá milhões. Tsunamis, idem. Chuvas torrenciais com inundações majestosas, idem. Explosões solares ..... a cada 11 anos. É só contar. Mais pessoas morrem a cada ano porque a cada ano tem mais gente no mundo. Um simples planejamento familiar ajudaria aqui. Mais pessoas morrem a cada ano porque a cada ano tem mais gente morando onde não deveriam e cada vez mais políticos fazendo vista grossa. Então .... o mundo vai acabar sim, pra mim, no dia em que eu acabar rsrsrsrs. E só.

Bem que Sagan disse, '...o mundo anda assombrado pelos demônios...mas com a ciência como uma vela no fim do túnel ....' (ótimo livro, aliás).

Enfim, ele, o meu aluno, me perguntou, “e você, Dri, do que tem medo?”. Olhei bem fundo nos lindos olhos cor de amêndoas dele e respondi, com a maior sinceridade, “pra ser sincera, XXXX, estou morrendo de medo daquela barata que vi passando ali fora, perto da janela ... acho que vou chamar alguém”. E, saí.

Nenhum comentário: