domingo, 17 de maio de 2009

O dia “NÃO”

Há dias em que, não sei porque, tudo dá errado. O rádio-relógio não funciona e nos atrasamos. A xícara do café vira e o líquido quente e preto se espalha por nossa roupa. A chave do carro está em algum lugar ilícito e o pneu, murcho. Acidentes fazem com que o trânsito, já caótico, se transforme numa terra sem lei. Chefe de péssimo humor e colegas de trabalho que não tem nada de bom pra falar. Somente tragédias pessoais. Verdadeiros vampiros sugadores de qualquer indício de energia positiva. As horas que demoram uma eternidade para passar. Ao final do dia, já em casa, nos damos conta de que foi mais um daqueles dias em que nada se aproveitou. Dia completamente perdido em ilusões e necessidades de mudança. Dia completamente “NÂO”.
Há como evitar? Sim. Não podemos mudar os outros, mas, podemos mudar nós mesmos, mudando nossas atitudes. Acordar mais cedo, por exemplo. Se os colegas vierem com papinhos medíocres, arrume uma desculpa qualquer e caia fora. De vampiro, já chega o governo.
Por isso, sou a favor de qualquer coisa que me garanta um dia “SIM”. E, acredito piamente que dias melhores virão...para mim e para todos.

Nenhum comentário: